jusbrasil.com.br
18 de Setembro de 2019

Pente fino do INSS começará pelos mais jovens e com mais tempo de benefício.

Douglas Eduardo, Estudante de Direito
Publicado por Douglas Eduardo
há 3 meses

Os primeiros convocados para o pente-fino do INSS serão os segurados mais jovens e que estão há mais tempo recebendo benefício por incapacidade, como auxílio doença ou aposentadoria por invalidez. A informação foi publicada esta semana no Diário Oficial da União.

A convocação do pente-fino ainda não começou, nem tem data para começar, segundo a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho.

Quando começar a convocação, os segurados selecionados para o pente-fino serão notificados pelo INSS e terão que agendar uma perícia médica pelos canais remotos da Perícia Médica Federal – que ainda não foram citados.

Como se preparar enquanto isso

Para evitar perder o benefício, a indicação de especialistas é já deixar a documentação e os laudos médicos em dia, manter dados pessoais, como endereço, atualizados no INSS e ficar atento aos principais canais de contato para não perder uma eventual convocação.

Na semana passada, o Dr. Marcel Leal publicou um vídeo com orientações sobre o que fazer caso um segurado receba uma convocação para nova perícia. Confira o vídeo neste link: https://bit.ly/2ZBvxLZ

Como vai ser a convocação?

A convocação ainda não começou, nem tem data definida para começar. Quando isso acontecer, as pessoas selecionadas poderão receber a notificação por diferentes canais.

Os principais canais devem ser a conta pessoal no Meu INSS, além de comunicado enviado pelo correio, entregue pessoalmente ou ainda pela rede bancária. Neste caso, a convocação será informada no extrato do benefício, emitido quando o segurado vai ao caixa sacar o pagamento.

Se estes meios falharem (como a carta retornar, por exemplo), os nomes intimados serão divulgados por edital, publicado pelo INSS em jornais de grande circulação.

O que leva à perda do benefício?

Se houver algum indício de irregularidade, o trabalhador ou aposentado será notificado e terá 30 dias para apresentar sua defesa, com os documentos adicionais ou de suporte solicitados. Para o trabalhador rural, o agricultor familiar e o segurado especial, este prazo será de 60 dias.

Não enviar a documentação exigida dentro do prazo de defesa ou ter os documentos enviados considerados insuficientes também podem levar à perda do benefício.

Fonte: Uol

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)